Atualidade - 2020

Foto Avsi

Tendas AVSI. México, salvos da Besta

AtualidadeDavide Grammatica

Amontoados ​​num comboio de mercadorias que segue para o norte, para escapar à violência nos seus países. Milhares de menores da América Central e do Sul permanecem na fronteira com os EUA. Na campanha deste ano, há um projeto para os ajudar

don Luigi Giussani

A lição de don Giussani: Deus criou-nos para a alegria

AtualidadeJulián Carrón

Um extrato do prefácio do livro “Um acontecimento na vida do homem”, que recolhe lições e diálogos de don Giussani nos Exercícios da Fraternidade de CL, a editar brevemente em Portugal, pela Paulus.

Curar as feridas

Atualidadedi Fernando De Haro, ilsussidiario.net

Para o Presidente eleito dos EUA, Joe Biden, chegou o momento de curar as feridas no País, mas é uma tarefa muito difícil.

Mireille e os miúdos do centro Edimar (foto AVSI)

Tendas AVSI. Mireille e os desejos dos seus miúdos

AtualidadeEmmanuele Michela

Terceiro encontro com os projetos da Campanha deste ano. Estamos nos Camarões, em Yaoundé, onde centenas de jovens abandonados são recebidos todos os dias no Centro Edimar.

A escola de comunidade com Carrón

Atualidade

Tendo como base os textos: Vês só aquilo que admiras, apontamentos da Jornada de Início de Ano dos adultos e dos universitários de CL, e J. Carrón, O brilho dos olhos. O que é que nos arranca do nada? 2020, capítulo 5. A relação com o Pai.

Venezuela. O dinamismo da caridade na quarentena

Atualidade

No início da quarentena, Carlos viu sua vida entrar em “compasso de espera”. No entanto, quando começaram a surgir necessidades e ele começou a responder-lhes, uma série de encontros inesperados e simples começaram a provocá-lo «ainda mais que antes»

Vês só aquilo que admiras

Atualidade

As notas do Dia de Início de Ano dos adultos e dos estudantes universitários de Comunhão e Libertação, que ocorreu por videoconferência em 26 de setembro de 2020

As fichas de início de ano dos liceus

Atualidade

Todas as semanas uma ficha com um passo e uma pergunta sobre os quais trabalhar: A aventura do início, Estar na realidade, Um afecto de onde recomeçar

(Kevin Butz/Unsplash/)

Regresso às aulas. Mudança de programa

AtualidadePaolo Perego

Depois de anos de ensino em que planeava tudo, o choque do Covid. E agora que o ano letivo recomeça, Luísa Costa Cabral, professora em Lisboa, dá conta do que descobriu. E que não quer perder.

Luísa Costa Cabral
Nicolas Lhernould, bispo de Costantino e Hipona

Argélia. «As nossas vidas como páginas do Evangelho»

AtualidadeLuca Fiore

Nicolas Lhernould, 45 anos, é o novo bispo de Constantino e Hipona. Aqui ele relata seu encontro com a Igreja do norte da África, como nasceu sua vocação e como acontece um testemunho mútuo entre cristãos e muçulmanos

A peregrinação a Czestochowa do 2019

A vida urge!

AtualidadeJulián Carrón

«A impossibilidade de realizar a peregrinação a Czestochowa não eliminou a necessidade irredutível que se encontrava na sua origem». A proposta aos finalistas do liceu e aos recém-licenciados de um trabalho para o verão

Já está disponível "O brilho dos olhos"

Atualidade

O último livro de Julián Carrón em português e online. «Um percurso que, precisamente na medida em que se enraíza numa experiência e numa história, se oferece como contributo para a procura e a expetativa de todos.»

Um Deus humilde.

AtualidadeGiuseppe Pezzini

O biblista dominicano Timothy Radcliffe confronta-se com o presente: um “cara a cara” connosco próprios e com os outros, a caridade, a morte de um caro amigo. E a lição mais preciosa: «Sê sempre grato»

“O despertar do humano" no 70x7

Atualidade

Reveja no programa 70x7 a entrevista do jornalista Henrique Matos ao Prof. João César das Neves sobre o livro do Pe. Carrón “O despertar do humano – Reflexões de um tempo vertiginoso”

Ernest Simoni, 92 anos, feito Cardeaal a 16 de novembro de 2016

«Um jogo de crianças»

AtualidadeAlessandra Stoppa

O que o sustentou em 28 anos de trabalhos forçados? Fala o Cardeal Ernest Simoni, que viveu a liberdade na prisão. E nestes «tempos duríssimos» vê o momento de «recordar aquilo de que nos tínhamos esquecido: a vida nunca nos será tirada»