O Homem que era Quinta-Feira - ARQUIVO LIVRO DO MÊS

O Homem que era Quinta-Feira

G. K. Chesterton Alêtheia

19/10/2013

Poderemos confiar em nós próprios quando não sabemos quem nós somos? Syme utiliza um novo contacto para entrar infiltrado no Conselho Anarquista da Europa Central e ficar a conhecer a sua mortífera missão, sob o nome de «Quinta‑feira».

Num parque londrino, o agente secreto Gabriel Syme mete conversa com um anarquista. Quando descobre que no Conselho está outro agente infiltrado, Syme começa a questionar o seu papel na missão.

À medida que uma desesperada perseguição pela Europa começa, a sua confusão cresce, assim como a confiança na sua capacidade de derrotar os inimigos. Ainda assim, terá de enfrentar o maior terror do Conselho: o seu líder, um homem conhecido por Domingo, cuja natureza humana é muito pior do que alguma vez Syme imaginou…

O Homem que era Quinta-‑feira é o mais famoso romance de G. K. Chesterton. Pela primeira vez editado em 1908, mereceu desde logo os maiores elogios, mantendo-‑se até aos dias de hoje como um clássico da literatura a não perder.

Gilbert Keith Chesterton, conhecido como G. K. Chesterton (1874-‑1936), foi um escritor, poeta, narrador, ensaísta, jornalista, historiador, biógrafo, filósofo, desenhista e conferencista britânico. Depois de O Homem Eterno, Ortodoxia, Tremendas Trivialidades e A Inocência do Padre Brown, já editados pela Alêtheia Editores com grande sucesso, dá-se agora à estampa outro clássico cuja primeira edição data de 1908.

© Fraternità di Comunione e Liberazione. CF 97038000580 / Webmaster / Note legali / Credits